Diagnóstico de Serviços

O Diagnóstico de Serviços é um documento produzido pelos Agentes de Simplificação dos órgãos e entidades do governo de Minas Gerais, sob coordenação da Superintendência Central de Inovação e Modernização Institucional da Seplag/MG.

Ele retrata a realidade e o contexto das instituições do poder executivo estadual e dos serviços por elas prestados em relação a aspectos relevantes para a implantação efetiva das diretrizes da Política de Simplificação.

As informações constantes no Diagnóstico foram obtidas por meio de dois formulários, compostos por eixos estruturantes, que identificam a situação atual das instituições e dos serviços quanto a aspectos relevantes para a implantação das diretrizes da Política de Simplificação.
 

Etapas da construção

 

Estrutura do Diagnóstico

  • Análise da Instituição: Composto por aspectos que permitam analisar se a instituição apresenta características que viabilizem a implantação das diretrizes da Política de Simplificação, tais como: ambiente favorável para simplificação, ações de desenvolvimento dos servidores, identificação dos serviços, integração, colaboração, foco no usuário, etc.
  • Análise dos Serviços: Composto por aspectos que permitem analisar cada serviço prestado pela instituição quanto à adequação às diretrizes da Política de Simplificação, tais como: participação do usuário, disponibilização de informações para os executores e usuários, padrões de qualidade, etc.

 

Objetivo do Diagnostico de Serviços:

O Diagnóstico apresenta os aspectos considerados fundamentais para o sucesso da implantação da Política de Simplificação. Quanto maior for a frequência em que esses aspectos são encontrados na instituição e nos serviços, maior será a aderência aos preceitos da Política de Simplificação.

Com base na avaliação desses fatores, pode-se diagnosticar o estágio atual da instituição e dos serviços por ela prestados e entender as limitações e pontos críticos que devem ser aprimorados para se alcançar o estágio futuro desejado.

Assim, o Diagnóstico permitirá entender quais aspectos da instituição e dos serviços por ela prestados necessitam de maior atenção para se tornarem aderentes à Política de Simplificação.

 

Contribuições do Diagnostico de Serviços:

  • Identificar os serviços da Instituição que ainda não estão presentes na Carta de Serviços;
  • Possibilitar a priorização dos serviços mais críticos para serem transformados futuramente;
  • Servir como referência (v0) para avaliar os efeitos das transformações no futuro.