Política de TIC

Instituída pelo Decreto Estadual 46.765, de 26 de maio de 2015, a Política de Tecnologia da Informação e Comunicação tem como diretrizes gerais:

  • Planejamento e controle das ações de TIC;
  • Racionalização na utilização de recursos de TIC;
  • Integração e a interoperabilidade de seus serviços, processos e aplicações;
  • Padronização técnica de seus serviços processos, aplicações e dados;
  • Utilização de recursos de TIC para assegurar a transparência das ações governamentais.

A Política de TIC foi dividida em oito áreas:

  • Prospeccção e Padrões;
  • Infraestrutura de TIC;
  • Aplicações e Arquitetura de TIC;
  • Segurança da Informação;
  • Orçamento de TIC;
  • Compras e Contratos;
  • Governança de TI;
  • Pessoas.

 

Com o intuito de nortear e acompanhar as ações de TIC nos órgãos e entidades do Governo, definindo estratégias e o plano de ação para implantá-las, a SEPLAG elaborou o Plano Diretor de Tecnologia da Informação e Comunicação (PDTIC) do Governo do Estado de Minas Gerais para o período de 2016 a 2019.

 

Alguns dos principais produtos do PDTIC estão disponibilizados a seguir:

- Tecnologias Atuais e Emergentes

- Visão Estratégica de TIC

- Relacionamento com Clientes e Fornecedores, Gestão de Portfólios de Projetos e Demandas

- Arquitetura Tecnológica

- Sistemática de Monitoramento, Acompanhamento e Avaliação do PDTIC

 

O documento Governo Digital, que contém uma análise da área de TIC nos últimos 4 anos, fornece informações sobre o histórico das ações centrais e apresenta sugestões de ações estratégicas a serem desenvolvidas nos próximos anos, direcionando a TIC estadual para as boas práticas conforme ficou definido no PDTIC.