Você está aqui:

Notícias

Cartilha da ESP-MG mostra o protagonismo de mulheres

Cartilha da ESP-MG mostra o protagonismo de mulheres em lutas por saúde

Lançamento da publicação será realizado na sexta-feira (14/12), em Belo Horizonte, durante o II Festival Estadual de Arte e Cultura da Reforma Agrária, no Parque Municipal

 

A Escola de Saúde Pública do Estado de Minas Gerais (ESP-MG) lança, na próxima sexta-feira (14/12), a cartilha "Mulheres, Agroecologia e as Lutas por Saúde: 30 anos do SUS, 20 anos do Setor de Saúde do MST-MG.

A cartilha, escrita por várias mãos, mostra o protagonismo das mulheres nas lutas pelo direito à terra, à saúde e a um ambiente saudável para os povos do campo e pelo Sistema Único de Saúde (SUS), além de ser um importante registro, com temas como agrotóxicos, saúde ambiental e do trabalhador, agroecologia, saneamento e Educação Popular em Saúde.

A publicação é uma parceria com o Setor de Saúde do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) de Minas Gerais, fruto da ação educacional “Oficinas de Vigilância e Promoção à Saúde em Áreas de Reforma Agrária”, realizadas no ano passado pela instituição e pela Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG).

O lançamento ocorre durante o II Festival Estadual de Arte e Cultura da Reforma Agrária, no Parque Municipal de BH. O evento estreia na sexta-feira (14/12) e vai até às 18h de domingo (16/12), na capital.
 

Lançamento da cartilha "Mulheres, Agroecologia e as Lutas por Saúde: 30 anos do SUS, 20 anos do Setor de Saúde do MST-MG
Data/horário: 14/12/2018, às 17h
Local: II Festival Estadual de Arte e Cultura da Reforma Agrária
(Parque Municipal Américo Renné Giannetti - Avenida Afonso Pena, 1.377 - Centro - BH/MG)

 

 

Cartilha da ESP-MG mostra o protagonismo de mulheres em lutas por saúde

Notícias relacionadas

 Governo de Minas Gerais promove a inclusão social e produtiva de jovens em situação de vulnerabilidade
15/09/2017

O projeto Trampos busca a inclusão social e produtiva de moradores de regiões em situação de vulnerabilidade social a partir do mapeamento das potencialidades socioeconômicas dos territórios e das oportunidades de emprego e de empreendedorismo, levantados anteriormente pelo Programa Juventudes.

Servas conclui a terceira edição do Cozinha Inteligente
19/09/2017

Os alunos cumpriram uma carga horária de 272 horas/aula, o equivalente a cerca de quatro meses de estudos entre aulas teóricas e práticas. Eles receberam certificação de auxiliar de cozinha especialistas em aproveitamento integral de alimentos e gestão correta de resíduos.

Governo de Minas Gerais investe na organização de catadores de recicláveis em empreendimentos da economia solidária
25/09/2017

Desenvolvido pela Secretaria de Estado de Trabalho e Desenvolvimento Social (Sedese), em parceria com o Centro Mineiro de Referência em Resíduos (CMRR) e com o Ministério do Trabalho, o programa está presente em 42 municípios mineiros, estimulando 1.680 catadores à organização.