Você está aqui:

Notícias

Ipsemg abre edital para médicos e enfermeiros

13/04/2018

 Ipsemg abre edital para contratação de médicos e enfermeiros

Oportunidades são para Atenção Primária à Saúde e Saúde da Família em Curvelo e São João del-Rei

 

O Instituto de Previdência dos Servidores do Estado de Minas Gerais (Ipsemg) está com edital aberto para o credenciamento de médicos e enfermeiros para atendimento em Atenção Primária à Saúde e Saúde da Família, nas cidades de Curvelo (Território Central) e em São João del-Rei (Território Vertentes).

Publicado no Diário Oficial Minas Gerais, o edital prevê que a carga horária de 20 horas semanais para médicos, distribuídas em turnos de quatro (4) ou cinco (5) horas, entre os períodos da manhã e tarde. Para os profissionais de enfermagem, a carga horária é de 40 horas semanais.

Os interessados têm até o dia 25 de abril para participar da seleção que tem como primeira etapa a entrega de documentos comprobatórios aos requisitos para os cargos.

Mais informações estão disponíveis no site do Instituto: www.ipsemg.mg.gov.br, menu Editais, submenu Credenciamentos.

APS no Ipsemg

A Atenção Primária à Saúde (APS) do Ipsemg oferece atendimento diferenciado, com foco no vínculo entre a equipe de saúde e o beneficiário. Por meio de uma relação de confiança, os profissionais médico e enfermeiro da equipe acompanham a saúde dos beneficiários, avaliando-a de forma integral. O programa também atua na prevenção, no tratamento e na promoção da saúde.
 

Notícias relacionadas

Secretaria de Estado de Fazenda informa data de pagamento

O Governo de Minas Gerais, por meio da Secretaria de Estado de Fazenda, divulgou a escala de pagamento de outubro, referente a setembro de 2017. A primeira parcela, ou valor integral para quem recebe até R$ 3 mil, será depositada na quarta-feira, 11/10. As demais estão previstas para 20 e 30/10.

Seminário reúne diretorias de recursos humanos para debater assédio moral

Os debates giraram em torno dois temas centrais: as Relações de Trabalho e o Assédio Moral no Serviço Público e as Diretrizes para Modernização da Política de Assédio Moral. Em 2016, a OGE recebeu 40 denúncias de assédio. Entre janeiro e setembro deste ano foram registrados 56 casos.

Projeto de Lei estende licença de ex-Lei 100

O objetivo é permitir ao Estado amparar os beneficiários da Lei Complementar 138/2016, que estavam em licença médica em 31 de dezembro de 2015, data que o Supremo Tribunal Federal definiu para a demissão dos trabalhadores efetivados irregularmente pela chamada Lei 100.