Você está aqui:

Notícias

Sede do Copam é inaugurada no Terminal Rodoviário de BH

18/12/2017

Nova sede do Copam é inaugurada no Terminal Rodoviário de Belo Horizonte

Estrutura com auditório para 150 lugares e localização privilegiada, viabilizada em parceria com a Codemig, segue a política de uso sustentável dos espaços públicos do Estado

 

Um novo espaço já está sediando as atividades do Conselho Estadual de Política Ambiental (Copam) em Belo Horizonte. Antes instalado na Superintendência Central de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Supram Central), a sede do Copam foi transferida para o auditório do Terminal Rodoviário Governador Israel Pinheiro, localizado na Praça Rio Branco 100, no Centro da capital.

A mudança de endereço é fruto de parceria entre a Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Semad) e a Companhia de Desenvolvimento Econômico de Minas Gerais (Codemig), detentora do espaço. 

O evento de inauguração, no dia 14/12, foi presidido pelo secretário de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável e presidente do Copam, Germano Luiz Gomes Vieira, e pelo presidente da Codemig, Marco Antônio Soares da Cunha Castello Branco.

O auditório do Tergip é um espaço destinado a palestras, congressos, conferências, seminários e outros eventos. A cessão de uso do auditório pelo Copam faz parte de um pacote de medidas adotadas por determinação do governador Fernando Pimentel para uso sustentável de espaços públicos, o que inclui a rodoviária.

De acordo com Marco Antônio, um grande projeto de reforma foi feito no terminal e, no caso do auditório, foram destinados R$ 730 mil para que o espaço fosse modernizado antes de ser destinado ao Copam.

“Investimos para tornar o auditório um espaço ainda mais adequado para receber as atividades do Conselho, que agora tem uma sede com localização ainda mais central, dentro da rodoviária. Essa mudança facilita, inclusive, a vinda de pessoas de outras localidades para acompanhar as audiências públicas em Belo Horizonte”, sustenta o presidente da Codemig.

O secretário Germano Vieira ressalta a importância da nova estrutura, ainda mais preparada para os trabalhos do Conselho. Ele cita que a mudança para um novo espaço culmina com uma séria de avanços alcançados ao longo de 2017 no meio ambiente em Minas Gerais. O mais recente foi a revisão da Deliberação Normativa 74, grande arcabouço da legislação ambiental no estado, publicada agora sob o número 217/2017, no dia 8 de dezembro.

Outra importante conquista foi a criação do Plano de Eficiência Ambiental (PEA), com sistema de metas para zerar o passivo no licenciamento ambiental no estado ao longo dos próximos 5 anos.

“Estabelecemos medidas gerenciais necessárias para que a Semad conseguisse, à medida em que os processos fossem entrando, fazer todas as análises necessárias. O objetivo é que ao longo de cinco anos não haja mais processos fora do prazo e possamos dar uma resposta mais rápida e efetiva ao empreendedor, para ele se planejar melhor”, afirma Germano.

O secretário ainda destaca a relevante parceria com a Codemig e diz que a nova sede oferece mais conforto e melhores condições de trabalho aos membros do Copam.

Para o secretário de Governo, Odair Cunha, a parceria e sua finalidade de gestão sustentável de recursos mostram a atenção do Estado com o dinheiro público. “Em um momento em que há escassez de recursos, é preciso acertar nas escolhas”, destaca. À frente da Secretaria de Estado de Cidades e de Integração Regional, Carlos Murta, também cumprimenta os dirigentes da Semad e da Codemig pela parceria. 

O trabalho da Copam e suas respectivas conquistas nesta área em Minas Gerais foram destaque no evento de abertura da nova casa do Copam. Para o secretário de Estado de Cultura, Angelo Oswaldo, “a inauguração de um espaço ainda mais adequado para as atividades do Conselho só tem a contribuir com essa trajetória democrática e participativa na área ambiental”.

A cessão do auditório da rodoviária está condicionada aos objetivos determinados pelo Tergip e pela Codemig, na observância e aplicação das regras exigidas à boa conservação dos equipamentos e espaços, à imagem pública do serviço e do respeito pelas normas públicas.

Na ocasião de inauguração ocorreu também a 175ª Reunião Ordinária do Copam, que tratou das ações de recuperação da Bacia do Rio Doce; do Plano de Gestão Integrada dos Resíduos de Belo Horizonte; do Plano de Fiscalização Ambiental 2018; e da apresentação da Plataforma Infraestrutura de Dados Espaciais (IDE) do Sistema Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Sisema) para o licenciamento ambiental, entre outros assuntos.

 

Características do auditório

Localizado no mezanino (3º andar do Terminal) e conta com:

– 150 lugares

– sonorização

– projetor

– tablado

– copa

– climatização
 

Notícias relacionadas

23/03/2016

A iniciativa se pautará na ampla mobilização social, conscientizando a população para que se aproprie do projeto e participe ativamente do plantio, da manutenção e da fiscalização. A ação priorizará regiões com danos ambientais, nascentes de rios e seus afluentes e matas ciliares.

07/06/2016

Minas Gerais passa a conter com um Comitê Coordenador Estadual para cuidar da gestão, planejamento e execução do programa Cultivando Água Boa (CAB). A ação é uma iniciativa socioambiental pensada para agir na recuperação de microbacias, proteção de matas ciliares e da biodiversidade.

Minas Gerais avança na conservação e regeneração do meio ambiente
02/06/2017

Na véspera da Semana Mundial do Meio Ambiente, celebrada a partir da próxima segunda-feira (5/6), Minas Gerais tem motivos para comemorar e também muitos desafios pela frente. Dados do Atlas dos Remanescentes Florestais da Mata Atlântica, da Fundação SOS Mata Atlântica, apontam que o desmatamento do