Você está aqui:

Notícias

FJP atualiza base de dados distrital de Minas Gerais

Fundação João Pinheiro atualiza base de dados distrital de Minas Gerais

Com a última atualização, estado ganha três novos distritos e passa a ter 1.739, entre cidades e vilas

 

A Fundação João Pinheiro (FJP) alterou a Base da Divisão Territorial de Minas Gerais, com o acréscimo do distrito Palmeiras de Capela Nova, no município de Capela Nova (Território Vertentes), e dos distritos Amparo do Sítio e Lagoa de Baixo, no município de Rubelita (Norte).

Com a alteração, efetuada nessa quarta-feira (31/1), o estado passa a ter 1.739 distritos, sendo 853 sedes municipais (cidades) e 886 sedes distritais (vilas). Outros seis distritos já aguardam votação do projeto de lei municipal para sua criação.

Em 2017, a base de dados foi atualizada com a criação de dez novos distritos, sendo cinco em Bocaiúva (Território Norte), três em Tarumirim (Vale do Rio Doce), um em Funilândia (Metropolitano) e um em Jaguaraçu (Vale do Aço).

A FJP também é a responsável no estado pela elaboração do estudo técnico para a criação dos distritos, que favorece, principalmente, a ampliação da rede de telefonia celular a ser implantada pelo Programa Minas Comunica II nas vilas de Minas Gerais.

A base de dados atualizada está disponível para download no Portal da Infraestrutura Estadual de Dados Espaciais de Minas Gerais (Iede/MG).

Notícias relacionadas

23/07/2015

A nova ferramenta visa dar suporte aos gestores públicos que lidam com os temas relativos à gestão logística e ao patrimônio, além de outros correlatos, disponibilizando em um espaço único todas as leis federais e estaduais, os decretos, as resoluções e demais atos normativos e manuais.

Secretário de Governo participa da abertura das atividades da ALMG
02/02/2018

Durante a cerimônia, o secretário de Governo deixou uma mensagem de otimismo do governador Fernando Pimentel. “Se nos últimos três anos estive aqui para explicar dificuldades e apresentar soluções, hoje venho com a sensação que o pior já passou.Minas Gerais está mais preparada e confiante".

 Fundação João Pinheiro divulga Informações sobre a participação das mulheres no mercado de trabalho em Minas Gerais
07/03/2018

O estudo apontou que a estimativa da População Economicamente Ativa (PEA) das mulheres reduziu 1,1% no período, enquanto a dos homens permaneceu estável. Houve redução de 4% de postos de trabalho para as mulheres e do aumento de 24,9% do número de desocupadas no período.