Você está aqui:

Notícias

TRE assina convênio com TJMG para aderir à rede do SEI

TJMG assina convênio com TRE para aderir à rede do SEI

Acordo para uso de processos administrativos já abrange Estado, MP, TCE e TJMMG

 

O presidente do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG), desembargador Nelson Missias de Morais, assinou, em 18 de dezembro, acordo de cooperação técnica que cria uma rede para difusão do conhecimento técnico sobre o Sistema Eletrônico de Informações (SEI). São parceiros do Judiciário o Estado de Minas Gerais, por meio da Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão (Seplag); o Tribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais (TRE-MG), o Ministério Público do Estado de Minas Gerais (MPMG), o Tribunal de Contas do Estado de Minas Gerais (TCE-MG) e o Tribunal de Justiça Militar de Minas Gerais (TJMMG).

Compareceram as seguintes autoridades: o secretário de Estado de Planejamento e Gestão, Helvécio Miranda Magalhães Júnior; o presidente e o vice-presidente e corregedor do TRE-MG, desembargadores Pedro Bernardes e Rogério Medeiros; o presidente do Tribunal de Justiça Militar, coronel James Ferreira Santos; o presidente do TCE, conselheiro Cláudio Couto Terrão; os juízes auxiliares da Presidência do TJMG, Rosimere das Graças do Couto e Jair Francisco dos Santos; o diretor da Secretaria Executiva de Planejamento e Qualidade na Gestão Institucional (Seplag) do TJMG, João Victor Rezende.

Desde abril de 2017, o SEI é a ferramenta padrão do Judiciário estadual mineiro para a criação, a gestão e o processamento eletrônico de documentos, expedientes e processos administrativos. Por dispensar o papel e a impressão, ele é mais sustentável e econômico, melhorando o ambiente de trabalho nas secretarias e gabinetes e reduzindo os custos com o armazenamento de documentos. As Diretorias Executivas de Gestão da Informação Documental (Dirged) e de Informática (Dirfor) acompanham o funcionamento da ferramenta no TJMG.

TJMG assina convênio com TRE para aderir à rede do SEI
O Secretário de Planejamento e Gestão, Helvécio
Magalhães, assinou o documento digital

O presidente do TJMG, desembargador Nelson Missias de Morais, elogiou as qualidades do SEI, um instrumento de gestão que ele avalia como eficiente e responsável por uma mudança paradigmática, que elimina os papéis da administração, frisando que a parceria visa ao intercâmbio de informações técnicas, experiências bem-sucedidas e boas práticas relativas ao SEI. Ele também mencionou a vantagem de o sistema ser operado a distância, fato demonstrado pela assinatura de alguns parceiros ter ocorrido de forma remota.

“Com esse sistema, alcançamos a comunicação em tempo real. Isso evita gastos com correios, impressão, pessoal, e traz celeridade aos trabalhos. É uma satisfação para nós ser o celeiro do SEI no estado, e estou certo de que isso vai nos aproximar e agilizar e qualificar nossas respectivas atuações”, afirmou. O secretário Helvécio Magalhães anunciou que a Defensoria Pública de Minas Gerais (DPMG) já solicitou a adesão. O magistrado também anunciou que, com a futura adesão, já solicitada, da Assembleia Legislativa do Estado de Minas Gerais (ALMG), Minas terá todos os órgãos do estado integrados, de forma pioneira no país.

 

Sei

O SEI foi desenvolvido pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4) e cedido gratuitamente para diversas instituições públicas. O sistema reduz custos com impressão, tramitação e armazenamento de documentos, acelera o andamento dos processos, elimina perdas e extravios e permite o compartilhamento de informações, de forma simultânea, para diversos usuários. O acesso é feito pela internet, e a plataforma gerencia o nível de acesso das unidades e usuários envolvidos.

São funções do sistema: controle de prazos, ouvidoria, estatísticas da unidade, tempo do processo, base de conhecimento, pesquisa em todo o teor, acompanhamento especial, modelos de documentos, textos padrão, sobrestamento de processos, assinatura em bloco, organização de processos em bloco, acesso externo, entre outras.

As informações são do Tribunal de Justiça de Minas Gerais.
 

Notícias relacionadas

Controladoria-Geral do Estado e SES-MG promovem curso de Responsabilização de Pessoas Jurídicas
10/10/2017

O encontro teve como objetivo ampliar a compreensão das servidoras e servidores da SES-MG sobre as interações com pessoas jurídicas, como fornecedores de bens e serviços e empresas que solicitam autorizações e licenças de modo a contribuir com a apuração e transparência do trabalho.

CGE implanta Rede Observatório da Despesa Pública em municípios mineiros
11/10/2017

O sistema tem como finalidade também atuar como “malha fina” da despesa pública, com o objetivo de garantir a correta aplicação dos recursos. Ao trazer o projeto federal para Minas, a CGE se comprometeu a replicar o observatório para os municípios, no projeto chamado ODP municipal.

Fernando Pimentel defende encontro de contas imediato para ressarcimento de perdas fiscais da lei Kandir
16/10/2017

Segundo estimativas do Estado, a União tem que repassar ao Estado cerca de R$ 135 bilhões, valor relativo às perdas com a Lei Kandir nos últimos 20 anos. Criada em 1996 pelo governo federal, a Lei retirou o ICMS incidente sobre produtos exportados, penalizando os estados.