Você está aqui:

Notícias

Secretário de Planejamento e Gestão apresenta metas do Estado na ALMG

Durante apresentação aos deputados, Otto Levy também destacou resultados do segundo quadrimestre de 2019

Um relatório gerencial com as principais metas e ações do Estado foi apresentado aos deputados mineiros pelo secretário de Estado de Planejamento e Gestão, Otto Levy, no primeiro dia do “Assembleia Fiscaliza”, projeto da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) em que secretários e gestores da administração estadual prestam informações sobre as ações desenvolvidas.

Em análise referente ao segundo quadrimestre de 2019, o secretário destacou a revisão do planejamento de longo prazo do Estado, com definição de princípios, diretrizes e objetivos estratégicos. 

“Na última semana, encaminhamos à Assembleia o Plano Mineiro de Desenvolvimento Integrado, no qual trabalhamos nos últimos meses. Trabalhamos em uma visão para o Estado até 2030. São 31 metas, como a geração de 600 mil empregos e a atração de 150 BI em investimentos até 2022”, afirmou Otto Levy.

Um dos principais objetivos do governo estadual é tornar Minas Gerais o Estado mais competitivo e fácil de empreender no Brasil, garantindo atração de investimentos e geração de emprego e renda. A meta para 2022 é que Minas gere 600 mil empregos formais e atraia R$ 150 bilhões em investimentos.

Na área da Educação, o secretário estabeleceu metas para que o estado seja referência em qualidade, eficiência e oportunidade em ensino. O Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) do Ensino Fundamental (anos finais) em Minas caiu nos últimos anos, chegando a 4,4 em 2017. A meta é que o Índice seja de 5,6 em 2030. Em relação ao Ensino Médio, o objetivo é subir de 3,6 para 5,3.

Alô Minas

Otto Levy também falou sobre o Alô Minas, que promoverá a integração tecnológica e comunicativa entre as regiões mineiras, contemplando localidades sem cobertura de telefonia móvel de todas as regiões do estado.

O secretário alertou para a necessidade de garantir recursos para o programa, por meio do projeto de lei 1024, de 2019, atualmente em tramitação na Assembleia. Com a aprovação do projeto, será possível  levar tecnologia 3G para 300 novas localidades, principalmente que residem em comunidades rurais, até dezembro de 2021.

Frota

Entre os resultados apresentados aos deputados, o secretário destacou a redução de veículos da frota estadual em 5%. Os veículos locados foram reduzidos de 3.957 para 2.916, ainda com alienação de 1.080 carros antigos. As ações geraram uma economia total de R$ 23,8 milhões, inclusive com combustível e manutenção.

Transforma Minas

Na reunião, também foram apresentados números atualizados sobre o Transforma Minas, programa de gestão de pessoas do Governo de Minas Gerais que já selecionou 124 profissionais para atuarem em posições estratégicas e cargos de liderança do Estado. No total, 148 vagas já foram disponibilizadas, com mais de 9 mil inscritos e 1,4 milhão de acessos ao site do Programa. Outras 325 oportunidades serão abertas até 2022.

 

Foto: Daniel Protzner