Você está aqui:

Notícias

Grupo Estratégico discute problemas causados por chuvas

Governo reúne Grupo Estratégico de Resposta para enfrentamento de problemas causados por chuvas

Com a participação de diversos órgãos, o Estado vai definir de forma coordenada os planos de ação para o período chuvoso

 

O Gabinete Militar do Governador (GMG) promoveu, nesta quinta-feira (19/10), na Cidade Administrativa, em Belo Horizonte a primeira reunião do Grupo Estratégico de Resposta (GER) para o período 2017/2018, instituído para promover a mobilização e a ação coordenada dos órgãos e entidades estaduais em decorrência das chuvas.

O encontro foi presidido pelo chefe do GMG e coordenador de Defesa Civil, Fernando Antônio Arantes. Na ocasião, ele enfatizou a importância da mobilização e participação de todos os órgãos para enfrentamento do período chuvoso. Ele lembrou também que a reunião estratégica "foi criada em 2016 pelo decreto governamental 655, com o objetivo de concentrar esforços das diversas agências", afirmou o coronel PM.

O foco do trabalho está tanto na prevenção quanto na mitigação de riscos, além de preparar e dar continuidade ao processo de compartilhamento de informações e estatísticas referentes ao período chuvoso.

Como ressaltou o diretor de Planejamento da Cedec, Paulo Henrique Camargos Firme, as ações da coordenadoria ocorrem durante todo o ano. “Realizamos de forma continua as campanhas educativas, capacitações regionais em Proteção e Defesa Civil e Mudanças Climáticas, em parceria com a Fundação Estadual do Meio Ambiente e as Coordenadorias Municipais de Proteção e Defesa Civil, além dos cursos de capacitação dos colaboradores da agência”, pontuou o 1°Tenente BM.

O grupo é integrado por representantes do Gabinete Militar do Governador, da Coordenadoria Estadual de Defesa Civil (Cedec) e das secretarias Geral, de Governo (Segov), de Saúde (SES-MG), de Trabalho e Desenvolvimento Social (Sedese), de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Semad), de Transporte e Obras Públicas (Setop), de Direitos Humanos, Participação Social e Cidadania (Sedpac), de Segurança Pública (Sesp).

Compõem o grupo, ainda, o Departamento de Edificações e Estradas de Rodagem (DEER/MG), Cemig, Copasa, Polícia Militar,  Corpo de Bombeiros Militar e Instituto Mineiro de Gestão das Águas (Igam), Comando de Aviação do Estado (Comave), Serviço Geológico do Brasil (CPRM), Fundação Estadual do Meio Ambiente (Feam), Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet).

 

Ações de enfrentamento

Para enfrentar o período de chuvas, o Governo de Minas Gerais, por meio da Cedec, tem atuado em algumas frentes para dar assistência às vítimas. Uma delas é o atendimento humanitário, com 15 depósitos onde estão estocados materiais de assistência humanitária.

 

Intervenção viária

As equipes técnicas do DEER/MG trabalham nos trechos afetados pelas chuvas, fazendo também a sinalização de desvios.

Para alertar os motoristas, o órgão ainda disponibiliza, no portal, no ícone ‘Ocorrência de desastre”, informações sobre as rodovias estaduais no período chuvoso. Para acesso direto, clique aqui.
 

Notícias relacionadas

Governador destaca ações do Estado para a economia durante o Conexão Empresarial, em Tiradentes
12/06/2017

O governador de Minas, Fernando Pimentel, participou nesta sexta-feira (9/6) do Conexão Empresarial, em Tiradentes, quando destacou ações recentes do governo estadual para incentivar a economia mineira, além de medidas que já resultaram em melhorias na prestação de serviços como segurança e saúde.

GOVERNO DIVULGA CALENDÁRIO DE PAGAMENTO DE SERVIDORES
01/08/2017

O Governo de Minas Gerais anunciou nesta segunda-feira (31/07) o novo calendário de pagamento dos salários dos servidores públicos estaduais para os próximos dois meses. As datas de pagamento em agosto são: 11, 23 e 30. Em setembro os servidores receberão nos dias 13, 21 e 27.

Fórum reúne gestores estaduais de Relações Internacionais pela primeira vez em Minas Gerais
31/08/2017

Realizado em dois dias (29 e 30/8), o Fórum RI 27 ocorreu no Palácio Tiradentes, na Cidade Administrativa, em Belo Horizonte. No primeiro momento, a principal atividade foi o lavramento do regimento interno do Fórum, momento considerado histórico pelo presidente e demais participantes.