Você está aqui:

Notícias

Prêmio Inova registra mais trabalhos válidos em 2017

Vencedores da última edição afirmam que a iniciativa estimula os servidores a proporem ideias inovadoras

 

A edição deste ano do Prêmio Inova Minas Gerais superou a de 2016 no que diz respeito ao número proporcional de trabalhos válidos, ou seja, aqueles que, após a triagem das inscrições, são, de fato, considerados habilitados para competir às premiações (veja quadro abaixo).

De acordo com a diretora central de Gestão de Desenvolvimento do Servidor (DCGDES), Raquel Soares Otoni, o fato de haver relativamente mais trabalhos válidos em relação ao ano passado significa que os servidores estão mais atentos às regras dispostas no edital e consequentemente mais participativos do concurso.

Os finalistas das quatro modalidades do Prêmio Inova Minas Gerais serão conhecidos até 30/11. A solenidade de entrega está programada para o mês de dezembro e deverá contar com a presença do governador Fernando Pimentel.

O concurso tem como objetivo captar, estimular a implementação, reconhecer, valorizar e premiar ideias e iniciativas inovadoras que visem a melhorar a prestação dos serviços públicos do Governo do Estado de Minas Gerais. O Prêmio é coordenado pela Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão (Seplag) e conta também com o apoio da Fundação João Pinheiro (FJP).

As premiações para os três primeiros colocados em cada uma das quatro modalidades são de: R$ 5 mil; R$ 3,5 mil e R$ 2 mil, respectivamente. 

 

2016 2017
Trabalhos Inscritos Trabalhos Válidos Trabalhos Válidos/ Inscritos Trabalhos Inscritos Trabalhos Válidos Trabalhos Válidos/ Inscritos

234 trabalhos

(57 iniciativas e 177 ideias)

189 trabalhos

(49 iniciativas e 140 ideias)

81%

210 trabalhos

(74 iniciativas e 136 ideias)

186 trabalhos

(61 iniciativas e 125 ideias)

89%

 

Notícias relacionadas

Sei!MG já tem 1 milhão de documentos
03/07/2018

Sistema de gestão de processos e documentos eletrônicos alcançou, nesta terça-feira (3/7), a marca de 1 milhão de documentos eletrônicos em sua base de dados. A média diária de produção é de 6.600 documentos. Do total de 1 milhão, 49% foram produzidos no próprio Sei!MG e 51% foram digitalizados.

Nota à comunidade de pesquisadores
31/10/2018

A Diretoria da Fundação João Pinheiro (FJP) manifesta o seu veemente repúdio ao teor do vídeo postado nas redes sociais por meio do qual o candidato eleito para presidir o Brasil a partir de 1º de janeiro de 2019 se dirige nominalmente a um grupo de pesquisadores/ professores maneira não condizente.

ALMG inicia 16ª revisão do Plano Plurianual
31/10/2018

Durante 15 anos, de 2003 a 2017, foram 3.028 propostas de ação legislativa de iniciativa da sociedade civil, que originaram emendas orçamentárias e outras providências, movimentando R$ 232,98 milhões de recursos estaduais. É a 16ª vez que a ALMG realiza esse trabalho de discussão participativa.