Você está aqui:

Notícias

Portal Transforma Minas recebe mais de 80 mil acessos em seu primeiro dia de funcionamento

No primeiro dia de lançamento do Transforma Minas, nesta segunda-feira (11/3), a página oficial do programa www.transformaminas.mg.gov.br, que divulga de forma inovadora as vagas de chefia, direção e superintendência das secretarias e órgãos da administração direta e indireta, teve 81.905 acessos.

Segundo a Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão (Seplag), em média, 300 usuários utilizam o portal mg.gov.br ao mesmo tempo, local onde está hospedada a página do programa. Devido ao interesse público na iniciativa, no entanto, esse número chegou a 2 mil usuários simultâneos em horários de pico.

Nesta terça-feira (12/3), além das quatro vagas já ofertadas – subsecretário da Receita Estadual da Secretaria de Estado de Fazenda (SEF); subcontrolador de Governo Aberto e corregedor-geral, da Controladoria-Geral do Estado (CGE), e superintendente de Proteção Social da Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedese) – foi aberto o processo de inscrição para o cargo de diretor técnico da Prodemge.

Para saber detalhes dos cargos, exigências, atribuições e salários, basta clicar no botão (+) do lado do cargo. Para chegar às vagas é só entrar na aba “Seleções Abertas” da página eletrônica. Importante salientar que, iniciado o processo de inscrição, o candidato deverá dar aceite ao Termo de Responsabilidade, disponível na plataforma, que dispõe sobre as regras do processo.

O governo ressalta que a seleção se dará exclusivamente pelo site oficial do programa. Desde segunda-feira (11/3), todos os interessados, inclusive servidores do Estado, podem começar a se inscrever no programa Transforma Minas. Algumas funções serão exclusivas para concursados do Estado.

Objetivo

O programa dará continuidade ao processo que se iniciou com a seleção dos secretários e é inspirado em modelos e práticas bem-sucedidas de gestão de pessoas no setor público, adotados em países como Austrália, Chile e Reino Unido. Até o final do ano, deverão ser oferecidos, ao longo do processo, 300 postos na administração direta, sendo que a administrativa indireta, em um segundo momento, deverá disponibilizar 200 vagas a serem preenchidas por meio da nova metodologia de contratação do Governo.

"O objetivo é transformar a cultura de gestão de pessoas no setor público, replicar as melhores e mais atualizadas práticas da iniciativa privada e de setores públicos no mundo. A gente pretende selecionar lideranças em grande escala para o governo. Não estamos falando de uma ou duas posições, mas de um número significativo de posições que consigam fazer a diferença na administração do Estado. Nosso objeto é escolher as melhores pessoas para aprimorar a gestão do Estado e, cada vez mais, profissionalizá-la, criando critérios objetivos de meritocracia", afirmou o secretário de Planejamento e Gestão, Otto Levy. Ele ainda ressaltou que o programa não criará novos cargos e, consequentemente, não trará novas despesas ao Estado.

Parceria

Fruto de um Acordo de Cooperação Técnica (ACT), entre o Governo de Minas e a Fundação Lemann, por meio da Aliança, que reúne organizações do terceiro setor, formada pela Fundação Brava, Fundação Lemann, Instituto Humanize e Instituto República, a parceria não envolve transferência de recursos financeiros entre as partes.

As entidades se uniram para construir, em parceria com o setor público, soluções inovadoras e têm somado esforços em projetos que promovam o aprimoramento da gestão pública, por meio da produção de conhecimento, mobilização social e estruturação de modelos e boas práticas, entre outras ações.

Notícias relacionadas

Nova fase é voltada a secretários e subsecretários de Minas Gerais para desenvolvimento de lideranças

Neste módulo, os subsecretários irão elaborar planos de entregas com metas para as secretarias do Estado

Governador assinou Plano de Trabalho elaborado pelos subsecretários