Você está aqui:

Notícias

Ipsemg amplia número de farmácias credenciadas

Benefício criado para os servidores públicos de Minas Gerais é aceito em mais de 3.700 estabelecimentos em todo o estado

Criado para facilitar o acesso dos servidores na compra de remédios e outros produtos, o Cartão Medicamento do Instituto de Previdência dos Servidores Públicos de Minas Gerais (Ipsemg), ampliou o número de farmácias credenciadas em todo o estado.

Somente este ano houve um aumento de 15% no número de drogarias conveniadas. São mais de 3.700 farmácias em 660 municípios em Minas Gerais. De acordo com Emílio Ferraz, administrador da Rede Aceito, prestadora do serviço, o crescimento da rede traz comodidade para o servidor público, principalmente para fora de Belo Horizointe e região.

 "Somente no interior de Minas Gerais existem 2.500 farmácias credenciadas, e a intenção é que este número aumente para 4.000 estabelecimentos em todo o estado", informa Ferraz.

O cartão é um benefício para o servidor público estadual. Ele é gratuito, sem incidência de juros, tarifas ou anuidades. A quitação do débito é feita na folha de pagamento em até 65 dias, dependendo da data da transação. A margem de compras é pré-definida de acordo com a faixa salarial do funcionário.

A professora pública Maria das Graças Mesquita, moradora de Varginha, no Sul do estado, aprova o Cartão Medicamentos. "Tem uma lista de medicamentos que preciso comprar todo mês para a minha mãe de 92 anos. São remédios para controle da pressão, tireoide e não é sempre que temos dinheiro em mãos. Por isso é tão importante este benefício de poder comprar com o cartão e descontar no contracheque  

 

Programa de descontos

De posse do cartão, o servidor tem direito a usufruir do Programa de Benefícios em Medicamentos (PBM), que cede descontos de 8% a 60% em uma lista de mais de 3.500 remédios de marca e também genéricos.

Para adquirir medicamentos com desconto especial, basta desbloquear seu cartão e apresentá-lo em uma das farmácias conveniadas participantes do PBM, junto com a carteira de identidade ou outro documento que conste foto, data de nascimento, filiação e naturalidade.

Por meio do site do (www.redeaceito.com.br/) é possível consultar a lista de medicamentos do PBM.

 

Como funciona

Para solicitar o Cartão Medicamentos basta ligar na Central de Atendimento, pelo 0800 728 5800, portando o cartão de identificação de beneficiário do Ipsemg, CPF e carteira de identidade.  

Após fazer o desbloqueio, também pelo telefone, o servidor pode efetuar suas compras na rede de farmácias credenciadas devidamente identificadas com a logomarca "Aceito" no balcão ou no caixa.

Para encontrar uma farmácia conveniada mais perto, basta acessar o Portal Ipsemg (www.ipsemg.mg.gov.br), no ícone Cartão  Medicamento, selecionar a cidade e o bairro.

Através do site também é possível verificar todas as compras realizadas, com data, nome da farmácia e valor da compra. Em caso de perda ou roubo, é preciso comunicar a ocorrência na central de atendimento.

Notícias relacionadas

Ipsemg credencia profissionais para unidades regionais
12/09/2017

Os profissionais de enfermagem terão uma carga horária mínima de 40 horas semanais, enquanto os médicos terão carga horária de 20 horas semanais, distribuídos em turnos de 4 horas (manhã e tarde). Para a inscrição, os interessados deverão encaminhar os documentos relacionados no edital.

Hemominas fornece primeira bolsa de sangue raro Hy negativo do Brasil
13/09/2017

O doador foi localizado no Hemocentro Regional de Uberaba (URA) e a bolsa de sangue foi enviada no dia 6 setembro à Agência Transfusional do Hospital São Paulo, ligado à Unifesp (Universidade Federal de São Paulo) e destinada a uma criança portadora de anemia falciforme.

Campanha Nacional de Multivacinação vai até dia 22 de setembro
14/09/2017

Em Minas Gerais, será ofertada também a vacina contra febre amarela para as pessoas a partir de 9 meses de idade até 59 anos, que ainda não se vacinaram. O Ministério da Saúde preconiza pelo menos uma dose da vacina da febre amarela ao longo da vida.