Você está aqui:

Notícias

Governador destaca ações do Estado para a economia durante o Conexão Empresarial, em Tiradentes

Governador destaca ações do Estado para a economia durante o Conexão Empresarial, em Tiradentes

Durante encontro com empresários e políticos, Fernando Pimentel lembrou ações para regularização de débitos e medidas para melhorias em saúde e segurança

 

O governador de Minas Gerais, Fernando Pimentel, participou nesta sexta-feira (9/6) do Conexão Empresarial, em Tiradentes, no Território Vertentes, quando destacou ações recentes do governo estadual para incentivar a economia mineira, além de medidas que já resultaram em melhorias na prestação de serviços como segurança e saúde.

O governador lembrou o projeto aprovado na Assembleia Legislativa de Minas Gerais que incentiva a regularização de débitos com o Estado por parte de empresas e cidadãos. O texto também beneficia os mineiros que estão em dia com o pagamento de impostos, como o IPVA.

“Aprovamos agora, na Assembleia Legislativa, o projeto do Refis estadual, que vai ajudar muito as empresas que estão em situação difícil, inadimplentes, e que poderão atualizar seus débitos com o Estado. Mais do que isso, pela primeira vez na historia do Estado e do país, vamos oferecer desconto a quem está adimplente”, afirmou o governador.

Pimentel disse ainda que o Estado não está paralisado e que busca soluções para melhorar a qualidade de vida dos mineiros. “Certamente, é por isso que Minas Gerais está se saindo melhor do que a média dos Estados dessa tempestade política, econômica e institucional que o Brasil está vivendo. Ainda que com as enormes dificuldades financeiras e orçamentárias, com obras federais atrasadas e adversidades, Minas Gerais está funcionando”, disse Pimentel, reconhecendo o empenho dos empresários e dos trabalhadores mineiros diante da crise.

Durante o painel “Minas levanta a sua voz”, com a participação de empresários e políticos, Pimentel voltou a falar da importância para as finanças de Minas Gerais do encontro de contas com a União em função das perdas de arrecadação com a Lei Kandir. “Nós queremos que a União nos ressarça o ICMS que não foi cobrado sobre as exportações”, disse, mostrando que parte considerável do Produto Interno Bruto (PIB) de Minas Gerais advém das exportações do minério de ferro e do café.

Ainda segundo o governador, Minas Gerais tem a receber R$ 135 bilhões da União referente às perdas da Lei Kandir – ao passo que a dívida de Minas Gerais com o governo federal é de aproximadamente R$ 88 bilhões. O acerto de contas também irá ajudar os cofres dos municípios que, de acordo com a legislação, têm direito a 25% do repasse desse imposto. No evento, Pimentel também comentou sobre dados de redução de criminalidade em todo o estado e o empenho em busca de investimentos para a saúde.

 

Reforma

O governador defendeu também a participação popular na discussão da reforma da Previdência, em pauta na Câmara Federal. “A reforma precisa ser feita com o povo do lado de quem a está fazendo. Se não, vamos mergulhar o país num estado de guerra civil, e nós não queremos isso. Vamos caminhando com a discussão das reformas e, se for necessário, com um caminho até mais longo para que a gente tenha ao nosso lado todos os brasileiros e as brasileiras. Fazer goela abaixo não vai dar certo”, completou.
 

Notícias relacionadas

Fernando Pimentel participa de Encontro de Governadores pela Segurança e Controle das Fronteiras
30/10/2017

O encontro na capital do Acre contou com a participação de 18 governadores, dois vice-governadores e ministros de Estado. Fernando Pimentel destacou a principal proposta do evento, que é a criação do Sistema Nacional de Segurança Pública, com um fundo nacional de financiamento, nos moldes do SUS.

Portal da Transparência do Estado é vencedor do prêmio José Costa 2017
06/11/2017

No portal estão disponíveis informações como investimentos, repasse do Estado para os municípios, valor que o Estado arrecada em impostos, registro de despesas, licitações, diárias de servidores públicos, planejamento das ações e resultados, contas do governador, entre outros.

Secretário de Planejamento se reúne com Sindpúblicos
08/11/2017

Entre os pontos discutidos estão o reajuste para os servidores da Seplag, o retorno da carreira de inspetor escolar, que foi transformada em analista educacional; a realocação dos servidores do antigo Instituto de Geoinformação e Tecnologia e o aumento do vale-alimentação para todos os servidores.