Você está aqui:

Notícias

Fernando Pimentel inaugura rede do Samu em Divinópolis

Fernando Pimentel inaugura rede do Samu em Divinópolis

Ao todo, 54 municípios da região Oeste de Minas Gerais serão atendidos por 31 ambulâncias doadas pelo Estado

 

O governador Fernando Pimentel inaugurou nesta terça-feira (6/6), em Divinópolis, Território Oeste, a rede do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) da Região Ampliada de Saúde (RAS) Oeste. Durante o evento, o governador entregou 31 ambulâncias, sendo sete do tipo Unidades de Suporte Avançado (USAs) e 24 Unidades de Suporte Básico (USBs), doadas pelo Governo de Minas Gerais ao Consórcio Intermunicipal de Saúde (CIS-URG). 

Pimentel destacou a importância do trabalho diário do povo mineiro e a necessidade de se investir em setores estratégicos para economia do Estado, mesmo diante do atual cenário de crise. “O mineiro conhece cedo a palavra trabalho. É o que nós temos feito desde que assumimos o Estado, 24 horas por dia, para enfrentar as dificuldades, as adversidades, essa crise terrível que se abateu sobre o Brasil. Crise econômica, política, institucional. Minas está respondendo a isso com trabalho. E o resultado está aqui, é um dos muitos resultados que a gente pode celebrar em Minas Gerais”, afirmou o governador, destacando que a ideia é que o Samu chegue a 100% dos municípios mineiros até o fim de 2018. “Estamos caminhando para o final da nossa meta, isso só se consegue com o trabalho”, completou.

Fernando Pimentel reconheceu esforços, em diferentes esferas políticas para que ações como esta se tornassem realidade. “Agradeço a todos os deputados federais, estaduais e a todos os prefeitos que se empenharam, os que estão aqui e os que nos antecederam e que também lutaram para isso. Essa é uma construção coletiva e, no fundo, o beneficiário é o povo das nossas cidades, o povo do estado de Minas Gerais. Então, é justo que a gente agradeça, independentemente de partido político, a todos aqueles que trabalharam para que, hoje, a gente chegasse aqui e colocasse o Samu em funcionamento”, ressaltou.

O governador lembrou da idealização do Samu enquanto secretário municipal de Fazenda na Prefeitura de Belo Horizonte e homenageou os socorristas. “Eu quero fazer um agradecimento muito sincero aos socorristas aqui presentes, aos nossos samuzeiros. Eu acompanho de perto o trabalho de vocês há muito tempo. Eu era secretário de Fazenda da Prefeitura de Belo Horizonte, em 1993, quando nós implantamos na capital o primeiro sistema de urgência e emergência, que naquele tempo não chamava Samu, chamava Resgate. Nós não tínhamos dinheiro, também da mesma forma que o Estado não tem hoje. Naquela época, a prefeitura não tinha e nós conseguimos implantar e virou modelo para o Brasil inteiro. Saiu de Minas Gerais, da capital mineira, o modelo que, hoje, está no pais inteiro. Sem o trabalho dedicado, valoroso de vocês, com certeza esse sucesso do Samu não existiria”, afirmou.

Para o secretário de Estado de Saúde, Sávio Souza Cruz, a região Centro-oeste é hoje um modelo, mas a intenção é que todo estado seja contemplado com a instalação do Samu e com a entrega de novas ambulâncias. “É um motivo de grande satisfação para nós saber que mesmo com as dificuldades que a gente vive, conseguimos ampliar o atendimento do Samu para a região Centro-oeste do estado”, reforçou, dizendo estar orgulhoso por concretizar o trabalho.

Durante o evento, houve o descerramento da placa inaugural do Samu e a entrega das chaves das ambulâncias. Estiveram presentes o secretário de Estado de Esportes, Arnaldo Gontijo, a secretária-geral adjunta, Alcione Comonian, secretário adjunto de Saúde, Nalton Sebastião Moreira, o secretário executivo dos Fóruns Regionais Território Oeste, Willian Camargos, e o secretário executivo do CIS-URG, José Marcio Zanarde. Também participaram da solenidade os deputados federais Reginaldo Lopes, Nilton Cardoso Junior, Jaiminho Martins e Domingos Sávio, os estaduais Cristiano Silveira e Fábio Avelar, o prefeito de Divinópolis, Galileu Teixeira, e o presidente da Associação Mineira de Municípios (AMM) e prefeito de Moema, Julvan Lacerda, além de lideranças na área da saúde e membros do Samu.
 

Investimento

A implantação do serviço na região oeste atenderá 1,2 milhão de pessoas, distribuídas por 54 municípios. Ao todo, o Governo do Estado investiu R$ 7 milhões no convênio de implantação e R$ 3,9 milhões na compra das 31 ambulâncias para composição da frota que irá atender a região.

Presidente do Consórcio Intermunicipal de Saúde da região ampliada Oeste CIS-URG e prefeito de Luz, Ailton Duarte, comemorou a inauguração do Samu na região e a chegada das novas ambulâncias, segundo ele, demanda histórica da região.

“O primeiro passo para a implantação do Samu foi dado com a fundação do Consórcio Intermunicipal de Saúde da Região Ampliada Oeste, que é responsável por desenvolver, junto com as cidades afiliadas, ações de serviço de saúde por meio do SUS. Mesmo com as dificuldades encontradas em Minas e em todo país, no estado de Minas Gerais, o CIS-URG contou com repasse de cerca de R$ 7 milhões e a doação de 31 ambulâncias, feita pela Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG), para que o Samu se tornasse uma realidade”, reconhece.

O Samu 192 Regional RAS Oeste irá funcionar com 25 bases descentralizadas e contará com 31 ambulâncias, sendo sete do tipo Unidades de Suporte Avançado (USAs) e 24 Unidades de Suporte Básico (USBs), doadas pelo Governo de Minas Gerais ao Consórcio Intermunicipal de Saúde (CIS URG).  Dessa forma, o tempo de resposta e o atendimento à população passam a ser mais ágil e eficiente.

A Central de Regulação das Urgências do Samu funcionará em Divinópolis e contará com médicos reguladores, telefonistas auxiliares de regulação médica, rádio operadores, apoio administrativo e profissionais especializados como farmacêutico.  Para atendimento 24 horas, serão 351 profissionais no Samu Oeste, entre eles 71 médicos, 49 enfermeiros, 108 técnicos em enfermagem, além de condutores dos veículos, farmacêuticos e trabalhadores administrativos.

Com o início das atividades do Samu Oeste, e considerando os doze Samus municipais e os cinco Samus Regionais, 540 dos 853 municípios mineiros passam a ter acesso ao serviço, o equivalente a 63,30% de cobertura, atendendo cerca de 15,1 milhões dos 20,7 milhões habitantes do Estado perfazendo assim 72,4 % de cobertura populacional. O Samu 192 Regional está implantado e em pleno funcionamento em cinco regiões ampliadas de saúde – Norte, Nordeste/Jequitinhonha, Centro Sul, Sudeste e Sul.

Fernando Pimentel inaugura rede do Samu em Divinópolis
Fernando Pimentel inaugura rede do Samu em Divinópolis
Fernando Pimentel inaugura rede do Samu em Divinópolis

Notícias relacionadas

Maternidade Odete Valadares, da Rede Fhemig, fecha o ano com certificação nacional de excelência
19/12/2018

"Isso demonstra a qualidade do serviço prestado nos atendimentos às mães e na distribuição do leite humano com qualidade certificada. A equipe do Banco de Leite se empenha para que o produto distribuído para recém-nascidos prematuros seja do mais alto nível de excelência”

Cobertura do Samu Regional em Minas Gerais quase dobra em 4 anos
27/12/2018

O Samu Regional, que é prioridade do Governo de Minas Gerais, teve sua cobertura regional ampliada nos últimos quatro anos. Em 2015, 312 municípios contavam com os atendimentos do Serviço. Essa cobertura saltou para 549 em 2018, beneficiando mais de 9,8 milhões de pessoas em todo estado.

28/08/2019

Melhoria na gestão poderia ampliar em 20 mil o número de internações na rede Fhemig