Você está aqui:

Notícias

Programa estadual destaca economia nos hospitais da Fhemig

O Programa de Gestão de Água e Esgoto em Prédios Públicos – PEGAE, implantado pela Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão de Minas Gerais com o objetivo de criar mecanismos de controle do consumo e dos gastos com água e esgoto nos prédios públicos estaduais, já apresenta resultados de destaque como a economia mensal de cerca de R$ 150 mil nas contas de água dos hospitais da rede da Fundação Hospitalar do Estado de Minas Gerais (Fhemig), considerados os valores pagos em 2008.

A partir de 2007, foram feitos estudos do volume de água consumido em cada hospital da rede Fhemig para se estabelecer a média mensal em metros cúbicos por unidade, o que subsidiou a renegociação do contrato entre a Fhemig e a empresa concessionária, que concedeu um subsídio de 50% nas contas de água desses hospitais, a partir de maio de 2009. Foi concedida à Fundação uma subvenção de 40.357 m³ mensais da água e do esgoto utilizados nas 22 unidades atendidas, o que representa 56% do volume total mensal. Com isso, a economia da Fhemig com o pagamento de consumo de água e esgoto, em 2009, deve alcançar cerca de R$ 2 milhões. Entre as unidades beneficiadas estão os hospitais Alberto Cavalcanti, Eduardo Meneses, Júlia kubitschek, Amélia Lins, Galba Veloso e João XXIII, o Centro Geral de Pediatria, Maternidade Odete Valadares, Instituto Raul Soares e Sanatório Santa Izabel.

O Programa

O PEGAE é estruturado na comunicação, com a divulgação de trabalhos e experiências; no treinamento; na padronização de compras de equipamentos de construção eficientes; no gerenciamento/monitoramento do consumo de água; e no estabelecimento de parcerias com entidades públicas e privadas.

Em 2006, a Seplag firmou parceria com a Companhia de Saneamento de Minas Gerais – Copasa – para o fornecimento dos dados de consumo e valores de cada prédio público estadual e também, para a promoção de palestras sobre o uso adequado da água. Orientou órgãos e entidades sobre a importância da formação de interlocutores responsáveis pela questão da água nos prédios públicos estaduais, incentivando a criação da Comissão Interna de Conservação da Água – Cica. A Prodemge desenvolveu um sistema informatizado de acompanhamento do consumo e dos gastos dos prédios públicos estaduais, permitindo o gerenciamento de cada um, através do Sistema Integrado de Materiais e Serviços - Siad.

Além de estabelecer princípios e metas para a eficiência no uso da água nos prédios públicos do Estado de Minas Gerais, o PEGAE tem como objetivos instituir medidas que resultem na conservação, no uso racional e na utilização de fontes alternativas para captação de água em edificações e reformas, bem como na conscientização da conservação da água.