Você está aqui:

Notícias

Seplag apresenta Agenda Positiva de 2008

A Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão- SEPLAG- apresentou nesta sexta-feira (20), a Agenda Positiva que contempla os principais resultados alcançados durante o período de 2008. A proposta da reunião é conhecer e divulgar o trabalho das Superintendências, Diretorias e Assessorias da SEPLAG, tendo em vista a política de gestão por resultados adotada pelo Governo de Minas.

Para a Secretária de Estado de Planejamento e Gestão, Renata Vilhena, essas avaliações servem para balizar as metas pactuadas entre o atual governo e a SEPLAG, contemplando as ações previstas no Acordo de Resultados, além de mostrar algumas atividades desenvolvidas pelas equipes de trabalho. Os resultados da SEPLAG demonstram o esforço, não só da secretaria, mas do Estado como um todo, para viabilizar uma Administração Pública mais eficiente e transparente, tendo como foco o melhoramento da prestação de serviços ao cidadão mineiro.

Os Superintendentes, Diretores e Assessores fizeram uma explanação sobre a metodologia usada na busca por esses resultados, de acordo com as ações previstas e pactuadas no Acordo de Resultados. A reunião demonstrou a estratégia da SEPLAG em aprimorar as relações de integração com as outras entidades da esfera estadual, com o aumento da participação e do comprometimento de todas as áreas.

Para a Secretária, esses encontros periódicos com as equipes de trabalho são fundamentais para garantir a integração daqueles que participam, diretamente, da gestão pública, aumentando a eficiência e a agilidade no processo de modernização estatal. Uma das principais responsabilidades da secretaria é promover a coordenação das ações de governo, e para que isso aconteça, de forma ágil e eficiente, nós precisamos de uma integração entre todos aqueles que compõem as equipes de cada setor.

Entre os resultados apresentados por cada equipe, o foco central foi a gestão eficiente nos gastos públicos, com o aumento na prestação de serviços à população em vários segmentos, simplificação da relação do Estado com o cidadão e maior participação e controle da sociedade nas ações de governo.