Você está aqui:

Notícias

Estado viabiliza biblioteca Fernando Morais em Mariana

Estado viabiliza instalação da biblioteca de Fernando Morais na cidade de Mariana

Terreno do Governo de Minas Gerais, vinculado à Secretaria de Estado de Cultura, vai acolher o centro cultural

 

O município de Mariana vai ganhar um grande centro cultural para acolher a biblioteca do renomado escritor Fernando Morais, nascido na cidade e autor de biografias como a de Assis Chateaubriand, Olga Benário e Paulo Coelho.

O terreno pertencente ao Governo de Minas Gerais, vinculado à Secretaria de Estado de Cultura (SEC), foi cedido à Academia Marianense de Letras, por meio de convênio firmado entre o secretário da SEC, Angelo Oswaldo, e a presidente da entidade, professora Hebe Rolla Santos. A Academia e o Instituto Fernando Morais vão viabilizar a construção do centro cultural no terreno que pertenceu ao primeiro Diogo de Vasconcelos, no século XVIII.

No ato da assinatura do convênio, o secretário Angelo Oswaldo destacou a importância de Mariana e Minas Gerais receberem o acervo Fernando Morais. “A Universidade do Texas e várias instituições paulistas haviam manifestado interesse até na aquisição da coleção bibliográfica constituída pelo escritor, mas Fernando Morais fez questão de doá-la à primeira cidade mineira, sua terra natal. É um presente admirável a Mariana e ao Estado”, afirmou.

Localizada em pleno centro histórico da cidade, a área receberá a edificação, na qual serão realizadas atividades culturais variadas e também funcionará, aberta ao público, a biblioteca de Fernando Morais. As obras devem começar no início de 2018.

Também participaram do ato, nessa quinta-feira (30/11), na sede da SEC, na Cidade Administrativa, em Belo Horizonte: o vereador Cristiano Vilas Boas, representando a Câmara marianense; Reinaldo Morais, irmão de Fernando Morais; os acadêmicos Rafael de Moura Santos e Anísio Chaves; a historiadora Patrícia Silveira; a superintendente Amaure Klausing; e a diretora Sílvia Sanguinete.

 

Fernando Morais

Ex-secretário de Estado da Educação e da Cultura de São Paulo, o jornalista e escritor Fernando Morais é um dos intelectuais mais atuantes do Brasil. As biografias de Assis Chateaubriand, Olga Benário e Paulo Coelho, de sua autoria, figuraram entre os livros mais vendidos do país. Recentemente, ele lançou “Os Últimos Soldados da Guerra Fria”, sobre a atuação de agentes cubanos nos Estados Unidos.
 

Notícias relacionadas

Talentos de Minas descobrem novos caminhos com a música no 'Territórios de Invenção'
02/06/2017

Como a música inventa territórios? Lançando sons e palavras no espaço público para uma educação musical e criação artística em territórios de Minas Gerais. Esses são os pilares do projeto “Territórios de Invenção – Residências Musicais”, viabilizado pela Secretaria de Estado de Cultura (SEC)

<iframe width="560" height="315" src="https://www.youtube.com/embed/KB-GVV68U5s?rel=0" frameborder="0" allowfullscreen></iframe>
02/06/2017

Na próxima quarta-feira (7/6), o documentário “Nunca me sonharam”, que estreia nos cinemas de São Paulo e Rio de Janeiro, será disponibilizado gratuitamente na plataforma Videocamp. Apresentando um panorama do ensino médio nas escolas públicas do Brasil, o filme poderá ser assistido, até 7 de junho

O aprendizado dentro de sala de aula é muito importante, mas aliar conhecimento à experiência de aprender com o artista que você admira pode proporcionar um importante crescimento e amadurecimento na trajetória de jovens estudantes de música.
12/06/2017

O aprendizado dentro de sala de aula é muito importante, mas aliar conhecimento à experiência de aprender com o artista que você admira pode proporcionar um importante crescimento e amadurecimento na trajetória de jovens estudantes de música.