Você está aqui:

Notícias

Carnaval a Cavalo é a principal atração de Bonfim

Carnaval a Cavalo é a principal atração de Bonfim, no Território Metropolitano

Festa tradicional promete movimentar a pequena cidade de 7 mil habitantes durante os três dias de folia

 

Realizado desde 1840, o Carnaval a Cavalo é a festa mais aguardada pelos habitantes de Bonfim, cidade do Território Metropolitano, e também pelos mais de 20 mil turistas que passam por lá durante os festejos. O evento acontece de 11 a 13 de fevereiro (domingo a terça-feira), a partir das 15h, na praça principal do município.

A tradição veio do século XIX, quando padres europeus trouxeram as cavalhadas para o Brasil. Em Bonfim, houve divergência entre o padre e os cidadãos que participavam da celebração. Sendo proibido pela Igreja, os bonfinenses resolveram continuar com as cavalhadas, porém desvinculadas da fé católica. Nascia assim o Carnaval a Cavalo.

Hoje, o evento é realizado durante o Carnaval e conta com o desfile de cavaleiros e amazonas pela praça principal. Os fogos anunciam a chegada deles, que são recebidos pela população, que protegida por alambrados, participa da festa com serpentinas e confetes. Os cavaleiros e amazonas realizam evoluções a cavalo pelo circuito demarcado, trajando luxuosas fantasias confeccionadas em veludo e ricamente bordadas.

O espetáculo conta ainda com a Corporação Musical Padre Trigueiro, que toca marchinhas, músicas populares e a Havaneira Bonfinense, hino do Carnaval a Cavalo. A festa começa no domingo, repete-se na segunda e é finalizada na terça-feira, quando os cavaleiros e amazonas apeiam dos cavalos, tiram as máscaras e celebram a conquista do público no carnaval de Bonfim.

O evento é familiar: há exemplo de pais e filhos, irmãos, primos, avós e netos, que participam e abrilhantam a festa mais tradicional da cidade.

 

Carnaval a Cavalo é a principal atração de Bonfim, no Território Metropolitano

Notícias relacionadas

Secretaria de Estado de Cultura lança Fundo Estadual de Cultura 2017
31/10/2017

O repasse de recursos do FEC, ao contrário da Lei Estadual de Incentivo à Cultura, é direto, sem necessidade de captação junto a empresas, e contempla, de uma forma geral, manifestações da cultura popular, pequenas entidades, grupos e coletivos, tendo uma visão mais voltado ao interior do estado.

Faop abre edital para interessados no Curso Técnico em Conservação e Restauro
01/11/2017

O exame de seleção é realizado por meio de questões objetivas de língua portuguesa, química, elaboração de uma redação dissertativa e avaliação de aptidão visual e motora. Para inscrever-se, os interessados devem ter concluído ou estar cursando a partir do 2° ano do ensino médio.

Exposição de bonecos reúne personalidades da história e da arte no Museu da Unimontes
03/11/2017

Os bonecos possuem uma armação de arame revestida de tecidos, com objetos entre botões, espumas, medalhas e cordas como adereços. Dentre as “personalidades” reunidas no Museu estão Alberto Santos Dumont, considerado o pai da aviação brasileira; a artista mexicana Frida Kahlo; o ator Charles Chaplin.