Você está aqui:

Notícias

Papel dos órgãos públicos no enfrentamento à violência contra a mulher foi tema de webinário realizado pela Seplag

No evento on-line, realizado nesta segunda-feira (29/3), foram discutidas as políticas de prevenção e proteção e o compromisso do Estado em reforçar as estratégias, com a participação de representantes da Seplag, Polícia Civil, Polícia Militar e Guarda Civil

A Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão (Seplag) realizou, nesta segunda-feira (29/3), o webinário “Promoção da Saúde e Prevenção da Violência à Mulher”. O evento buscou ampliar o debate sobre políticas preventivas implementadas pelo Governo de Minas para enfrentamento à violência contra a mulher no estado e, também, no município de Belo Horizonte.

“Neste mês em que é comemorado o Dia Internacional da Mulher, nosso objetivo foi trazer uma reflexão sobre o que acontece no dia a dia com as mulheres e, muitas vezes, passa despercebido pela sociedade”, ressaltou a subsecretária de Gestão de Pessoas da Seplag, Kênnya Kreppel, 

O evento foi organizado pela Diretoria Central de Gestão do Desempenho e Desenvolvimento (DCGDD) em parceria com as Polícias Civil e Militar de Minas Gerais, com a Guarda Municipal de Belo Horizonte e com a Diretoria Central de Saúde Ocupacional da Seplag. 

“É necessário acentuar as políticas presentes no estado de Minas Gerais para enfrentamento à violência contra a mulher. Por isso, convidamos mulheres efetivamente atuantes na área para participar do evento”, destacou a diretora da DCGDD, Luciana Assunção. 

Proteção às vítimas 

A delegada de Polícia Civil de Minas Gerais, Ana Paula Balbino, ressaltou a importância das ferramentas de amparo às vítimas, como o aplicativo MG Mulher, desenvolvido pelo Governo de Minas por meio da Polícia Civil, com apoio da Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública. 

“Além de vídeos explicativos sobre a violência doméstica, por meio do aplicativo pode ser criada uma rede de contatos para que a vítima possa, com apenas um clique, acionar, via SMS, as pessoas cadastradas quando sentir qualquer situação de alerta”, destacou Ana Paula. 

Na ocasião, a tenente coronel da PMMG, Cleide Barcelos, discorreu sobre o papel da instituição nas estratégias de enfrentamento à violência doméstica. “Uma das nossas ações é a intervenção imediata, visando apoiar a vítima e romper com esse ciclo da violência”. Cleide também reforçou a importância das redes de apoio, como Tribunal de Justiça e Ministério Público de Minas Gerais e outras instituições. 

A Guarda Civil Municipal, Aline Oliveira, apresentou a Campanha de Combate à Importunação Sexual no Transporte Coletivo, iniciada em 2018, que tem como objetivo preservar a integridade das mulheres que utilizam o transporte público em Belo Horizonte. “Queremos encorajar as mulheres e resgatar a confiança. Para isso, uma série de ações e estratégias são traçadas para romper com o silêncio”, afirmou. 

Para finalizar, a psicóloga Desiré Silva e a Assistente Social da Diretoria Central de Saúde Ocupacional da Mulher, Andrea Brum, debateram sobre os reflexos da violência na saúde física, psicológica e no ambiente de trabalho. 

Programa Qualidade de Vida no Trabalho

O webinário integra o Programa Qualidade de Vida no Trabalho da Seplag, que tem como objetivo implementar ações voltadas para a qualidade de vida do servidor e proporcionar um ambiente organizacional mais positivo. 

O evento na íntegra está disponível no canal do YouTube Desempenho e Desenvolvimento SEPLAG-MG