Você está aqui:

Notícias

Iniciadas as obras do Centro de Capacitação da Epamig

Iniciadas as obras para construção do Centro de Capacitação da Epamig

Novo espaço do Instituto de Laticínios Cândido Tostes pretende funcionar como um ambiente propício à inovação

 

Já começaram as obras para a criação do Centro de Capacitação em Latícinios da Epamig. Neste processo, estão sendo investidos recursos da ordem de R$ 1,2 milhão, provenientes do PAC/Embraba, com objetivo de transformar o antigo prédio de dormitórios do Instituto de Laticínios Cândido Tostes (ILCT), em Juiz de Fora, no novo espaço.

Os investimentos também contemplam a reforma da oficina e do almoxarifado, além da revitalização de todo o entorno do prédio, com obras de pavimentação, paisagismo e iluminação. 

De acordo com o chefe geral da Epamig ILCT, Cláudio Soares, a ideia é criar um ambiente propício à inovação. “Com o Centro de Capacitação, teremos instalações adequadas para potencializar os cursos destinados à indústria e aos produtores de lácteos do Brasil, e até de outros países, além de contarmos com toda estrutura dedicada ao desenvolvimento de novos projetos em parceria com outras instituições”, afirma.

O Centro de Capacitação ocupará os três pavimentos do prédio reformado. No projeto, está prevista a criação de 14 salas de aula, salas de estudo individual e coletivo, sala multimeios e de reunião, além de 12 apartamentos com banheiros privativos para hospedar interessados em participar dos cursos de pequena duração do ILCT.

O espaço abrigará, ainda, os laboratórios de efluentes, de análise sensorial, do núcleo de ensino de ciências e tecnologia, de físico-química e de microbiologia, e de P&D direcionados a atender as empresas interessadas em investir na pesquisa e no aperfeiçoamento de produtos.

Vale ressaltar que todo o prédio contará com recursos de acessibilidade e banheiros adaptados a pessoas com deficiência.

 

Revitalização interna

Além dos recursos do PAC, o ILCT foi contemplado com R$ 250 mil provenientes de emenda parlamentar, que serão destinados à revitalização do espaço interno de convivência de funcionários e alunos. O refeitório e a biblioteca serão reformados e o pátio será recuperado. O recurso já está assegurado e o processo de licitação para início da obra está previsto para 2018.

As obras representam o resgate da tradição da instituição como referência em ensino, pesquisa e difusão de tecnologia em leite e derivados no Brasil e no exterior. O ILCT contribui há 82 anos para o crescimento da indústria brasileira de laticínios, desenvolvendo e difundindo tecnologia, capacitando pessoal para o setor e formando técnicos que atuam nos segmentos da cadeia de lácteos por todo o Brasil e em outros países. 
 

Notícias relacionadas

Governo de Minas Gerais entrega 14ª edição do Concurso de Qualidade dos Cafés mineiros
05/12/2017

Este é o maior concurso do país e, neste ano, recebeu 2.060 inscrições, o maior número da história. Ao longo do processo, os jurados provaram mais de 24,6 mil xícaras da bebida e selecionaram 33 finalistas, divididos em duas categorias: Natural e Café Cereja Descascado, Despolpado ou Desmucilado.

Prazo para recadastramento obrigatório de produtores rurais em todo o estado termina em 29/12
07/12/2017

A medida tem o objetivo de regularizar os dados dos criadores junto ao IMA, tendo em vista que muitos produtores deixaram a atividade ou venderam seu rebanho e não comunicaram ao Instituto. Da mesma forma, muitos já faleceram e os familiares não comunicaram esse fato ao IMA.

Minas Gerais ganha a primeira Unidade de Torrefação e Processamento de café
14/12/2017

Entre os equipamentos da unidade estão um torrador automático, silo para descanso do café com capacidade de armazenamento de 600kg, moinho com capacidade de 200kg por hora, empacotadeira para café a vácuo e seladora a vácuo. Parte dos recursos vieram da Seapa-MG.